sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Ora bolas...


Desde sempre gostei de ver cestos suspensos com plantas. Infelizmente o clima aqui não me permite ter cestos cheios de flores como os que se vêem nas revistas de jardinagem (a não ser talvez, com um regime de regas intensivo, e isso já deu para perceber que por aqui não existe...). Assim e como ultimamente me tenho interessado por plantas suculentas, resolvi criar um cesto de suculentas. Acabou por não ser bem um cesto mas sim uma esfera...
Como tinha por aqui uma quantidade razoável de sempervivums foram estes a planta de eleição. São bem adaptados à falta de rega e multiplicam-se facilmente. Agora é só esperar que cresçam e cubram por completo a esfera para o efeito ser completo

6 comentários:

Greenman disse...

UAU!!!
Está muito giro!
Que idéia espectacular!

Vai mostrando a evolução!
Não tiráste fotos do 'making of'?

Paulo disse...

Também acho uma excelente ideia. Quando a bola estiver coberta deve ficar muito bonito.

gintoino disse...

Não fotografei o "making of"...demasiada terra nas mãos ;-)
Se fizer outra (e tenho planos para isso) fotografo tdos os passos ;-)
Entretanto vou mostrando a evolução desta!

Jardineira aprendiz disse...

EStá lindo! Eu também já experimentei os cestos deste género, mas ficam muito bonitos no Reino Unido, por cá estão secos antes do meio dia, nos dias quentes de Verão. Imagino que no Algarve seja muito pior. Mas a ideia das suculentas é muito interessante!

Ana Ramon disse...

Olá gintoino. Hoje resolvi aplicar parte do meu pouco tempo livre à leitura do teu blog. Foi um grande prazer seguir os teus textos tão interessantes e fui recuando nas tuas páginas para ler parte daquilo que tens vindo a escrever. Quando cheguei aqui, disse de mim para mim: Alto!!
É que eu tenho uns pézinhos de um cacto que muitos chamam de cacto aéreo por não precisar de terra. Mas, olhando para esta tua bola pensei que o cacto se deveria sentir muito melhor com os pézinhos nela do que em cima da casota dos passarinhos, como está agora. Mas para a fazer precisava de mais informação. Será que ainda tens a ideia de fotografar de uma forma explicativa, as várias etapas para a construção? Se já não estiveres para aí virado, poderás mandar-me a explicação para o mail que tenho no blog?
Fico na expectativa.
Um beijinho

Rafael Carvalho disse...

À semelhança de outros comentários, também eu dou os parabéns ao autor deste excelente blogue.
Acabei de no meu jardim plagiar a ideia desta bola. Espero que resulte.
Acrescento apenas que para segurar as plantas usei uns granpos de arame que eu mesmo fiz. Lembrei-me dos ganchos que a minha avó usava para prender o tótó do cabelo...
Cumprimentos e parabéns.