quinta-feira, 16 de abril de 2009

Vegetais engarrafados/ Bottled veggies

dsc_0009-11

Quem vier à minha horta por estes dias vai-se deparar com canteiros cheios de garrafas e garrafões de plástico. Este foi o método mais eficaz de luta contra os caracóis que encontrei. Não os mata, é certo, mas permite que as plantas cresçam o suficiente para não serem totalmente devoradas pelas criaturas. Outro método que experimentei foi o dos pratinhos/tacinhas com cerveja. É um método descrito por muita gente ( e sugerido em dois comentários) mas na minha opinião muito pouco ou nada eficiente. Em teoria os caracóis deviam sentir-se atraídos pala cerveja, e ao beber cairiam lá dentro morrendo afogados (e muito bêbados). Pois ou os caracóis que por aqui andam são abstémios ou aguentam a bebida como gente grande porque nunca lá vi nenhum bêbado/morto. Já as lesmas essas aparecem (suponho que aguentam pior a bebida) bem como toda uma panóplia de insectos incluindo um ou dois pirilampos (o que não é nada bom pois os pirilampos alimentam-se de caracóis e se os desato a embebedar/matar os outros ficam ainda mais à vontade pela horta). Ainda assim com o método das garrafas há um ou outro caracol mais esperto que descobre como entrar na garrafa e devora a plantinha, mas as baixas são muito poucas. O grande inconveniente é que são necessários grandes quantidades de garrafas/garrafões o que faz com que tenhamos de nos precaver com antecedência guardando e pedindo a amigos e família para guardar tudo o que é garrafa e garrafão.

O que eu desaconselho em absoluto são as pastilhas de veneno para caracois. São altamente toxicas e se algum outro animal (cão, gato, ave) ou mesmo uma criança as ingerir poderá ter uma morte horrivel.

Anyone that comes into my vegetable garden will probably find very strange the amount of plastic bottles in my raised beds. Well that's the most efficient way of fighting the snails that I came up with. It doesn't kill them,( I still have to collect them and feed them to the girls for that), but it allows the plants to grow enough so that the snails won't eat them in one night. I tried the beer in a plate method but quite frankly it doesn't work. Theoretically the snails should be attracted by the beer and drink until they drop, drowning them selfs in the beer plate. Well either these snails don't drink alcohol or they can take it very, very well. I never found any dead snails inside the beer plate, not even one. Slugs on the other hand will drink and drown (I guess they can't take the alcohol as well as snails) but they aren't really a problem in my garden. I also found quite a lot of insects inside the beer trap like ants and glowworms (which not good at all since glowworms prey on snails). With the plastic bottles the large majority of the seedlings will survive (every now and them a smarter snail gets inside a plastic bottle and muches on the tinny plant but that is rare). The biggest difficulty is getting the huge amount of plastic bottles you need, so you might have to think about it in advance and ask all your family and friends to keep them for you, but hey, better to reuse than to throw them in the garbage.

I would like to advise you to not use snail/slug poison. If any other animal like a dog, a cat, a bird or even a small child swallows it it will most certainly die a terrible death

10 comentários:

LeiloKa disse...

Oi Deixei um selinho pra vc lá no meu blog!!!
Adoroooooo seu blog!!!
Beijão...passa lá pelo meu!!!

Dalva M. Ferreira disse...

Mas que guerra! Qual será o predador natural dessas praguinhas?

miguel disse...

O método da cerveja é só para as lesmas.

miguel disse...

Vai a este site pode ser que descubras uma solução melhor:
http://www.gardenorganic.org.uk/index.php

Ezequiel Coelho disse...

Para os caracóis... o que FUNCIONA MESMO são os GARRAFÕES DE VINHO!!!! LOLOL
......................

Desculpa a "graçola", eu também experimentei, mas eu tinha mais problemas com as lesmas e... mesmo assim... não apanhava muitas... Acho que era por utilizar Cerveja do LIDL!!! Felizmente este ano não têm aparecido muitas, porqque os morangos, mesmo junto ao terreno estão impecáveis!

Abraço!

ameixa seca disse...

O que eu já me ri (alto e bom som, ainda por cima) com esta estória he he
Passei a odiar caracóis depois de me terem levado a hortelã e o manjericão... nao os suporto!
A receita de arroz de favas deve estar no teu mail :)

Miguel disse...

Eu também tive problema com as lesmas, e a ideia da cerveja passou-me pela cabeça. No entanto elas acabaram por se ir embora e acabei por não fazer nada, mas segundo o que me dizem na faculdade, em algumas zonas do país o que acontecia era que após elas irem ao recipiente da cerveja, deitava-se sal que as mata, porque são seres que sao maioritariamente constituidos por água, ou seja, o sal iria provocar a morte por desidratação e não por afogamento. Não sei se é verdade, mas foi o q ouvi. No meio de tudo isto a tua solução parece-me a mais sensata ;)

analuciana disse...

já parece a horta do meu pai, parece ter 1 plantação de garrafões, mas para servir de estufas individuais, muito chique, ehehe

gintoino disse...

Leiloka, obrigado, vou até lá ver :-)

Dalva, um dos predadores é o pirilampo. Por aqui até há bastantes, mas este ano com a chuva q caiu há imensos caracois.

Miguel, hummm...eu já tinha desconfiado, mas tb já o vi descrito para caracois, resolvi tentar. Já por lá andei mas n encontrei. Vou ter de procurar melhor.

Ez, de preferencia cheios e em cima deles para os esmagar, não? Lesmas por aqui n se vêem muitas, mas caracois....

Ameixa, eu caracois só no prato, mas como n tenho paxorra para os apanhar nem sei cozinhar...os q me passam pela frente vão logo para as galinhas. Acho q vou fazer o arroz hoje, parece delicioso.

Miguel, isso do sal funciona, mas pressupõe q estejas há espera deles para os salgares...Ora os tipo costumam atacar à noite e a essas horas estou em vale de lençóis...

analuciana, uma pessoa tem de inventar para proteger as suas culturas ;-)

Fernando disse...

Ola, um método que parece ser eficaz pois alguém experimentou no curso de agricultura biológica que frequentei, e que tem como base princípios da agricultura biodinâmica e esmagar 1 ou 2 caracóis, juntar agua para fazer uma espécie de calda e pulverizar mesmo nas plantas. Supostamente o cheiro a caracol morto vai afastar os outros. Rudolf Steiner fez uma experiência semelhante com coelhos numa propriedade alemã, há muitos anos atrás e deu resultado.
Ja agora se quiser passe no meu blog em http://maosahorta.wordpress.com/