terça-feira, 27 de novembro de 2007

Abacates / Avocados


Como fazer germinar uma semente de abacate? Há uns tempos, quando finalmente me decidi aventurar nessa coisa de criar plantas de raiz, fiz essa pergunta num forum de plantas. Também investiguei na net e invariavelmente me responderam que a semente deveria ser parcialmente colocada dentro de àgua e passado algum tempo (3-4 semanas) começaria a germinar. Vai daí peguei na semente, e conforme recomendado espetei-lhe 3 palitos e coloquei-a num copo com água. A partir daí foi só esperar, esperar, esperar, esperar.... Entretanto descobri, também na net, um outro método de, supostamente, fazer germinar uma semente de abacate. Corta-se o terço superior da semente, enrola-se em papel de cozinha humedecido e a germinação ocorre em 2-3 semanas. Pareceu-me pouco fiavel (afinal de contas se cortamos a semente não a estamos a danificar inviabilizando a germinação?), mas como a minha outra semente nunca mais dava sinais de vida resolvi experimentar. E não é que funciona? Não só isso como funciona muito rapidamente...Em menos de 3 semanas já a raiz crescia e em menos de um mês a pequena plantinha começou a despontar. Depois foi só colocar a semente meio enterrada num vaso e ver a pequena árvorezinha começar a "ganhar forma".



A primeira semente, a dos palitos e do copo de água? Essa foi ontem para o lixo (3 meses depois de iniciada a experiencia) sem qualquer sinal de vida.



How do you grow an avocado from seed? I made this question when, a few months ago I decided to try and grow plants from seed, instead of buying everything in a pot. Wherever I looked the answer was one and the same. You put the seed half emersed in water and after a few weeks it should start sprouting. And so I did, stucked the avocado seed with 3 toothpicks and put it in a glass full of water so that the seed was half emersed. And I waited, and waited, and waited some more... Meanwhile, still reading about growing avocados from seed I came across a different "technique". Cut the top third of the seed and rap it in a wet kitchen towel. To be honest it sounded like a weird thing to do, cut the seed and rap it in wet paper, I was sure the seed would be damaged and wouldn't sprout. But I tried it anyway, and surprisingly it worked! In less then 3 weeks the seed was sprouting, in less than a month we could already see the little tree. Then it was time to plant it in a pot, half buried in soil, and watch the plant grow.

The first seed? The one in the water glass? Throwed it into the bin yesterday, it still hadn't sprouted after 3 months.

7 comentários:

Cris Bolbosa disse...

Valeu a pena a experiência. Ás vezes temos receio de estragar as sementes/plantas, mas se não tentarmos, nunca saberemos se resulta. Isto no caso de termos bastantes, pois se tivermos pouquinhas, é mais complicado.
Parabéns.

gintoino disse...

Pois cris, e sementes de abacate é coisa q não falta por cá. Qq dia tenho uma floresta de abacateiros ;-)

Dama do Lago disse...

Eu também tenho ali uma semente de molho há que tempos e estou a ver que lhe vão crescer barbas antes de crescerem raízes. Qual é que é exactamente a parte "superior" da semente, é aquela onde está uma espécie de umbigo ou é a outra, a lisa? Parabéns pelo blog e pelas plantinhas, virei visitar-vos mais vezes.

curiosa disse...

como saber qual o lado superior da semente???

gintoino disse...

Normalmente a parte superior é mais pontiaguda

Eduardo Freire disse...

Jesus, tanto trabalho... Aqui no jardim, quase todos os caroços de abacate que atiramos para o jardim acabam por nascer, mesmo nos sítios mais indesejados, sem se fazer mais nada do comer a polpa...

Teresa Gonçalves disse...

Para desfazer todas as dúvidas, corta-se o terço superior da semente e enrola-se o referido terço superior em papel de cozinha humedecido ou corta-se o terço superior da semente e enrola-se os dois terços restantes em papel de cozinha humedecido?

Ficar-lhe-ia grata se me pudesse esclarecer este aspecto, pois a sua frase permite ambas as leituras e estou muito interessada em tentar um método alternativo ao dos palitos (que cá por casa não resulta).