sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Já chegaram! / The girls have arrived!

jardim 4812


Já chegaram as pequenitas. São quatro, duas pretas e duas azuis (que em linguagem de cor de bicho é o equivalente ao cinzento). São raça Andaluz e supostamente são muito boas poedeiras (com a vantagem de raramente ficarem chocas).
Por enquanto ficam fechadas no galinheiro e só daqui a uns dias lhes abro a porta para virem para o exterior.

They've arrived this afternoon. Four of them, two black ones and two blue ones (blue meaning grey). They are Andalusians, a Spanish breed which is a good layer and that rarely becomes broody. They will be inside the coop for a few days until they settle down, and only then will I let them go out into the pen.

8 comentários:

Luciano Lema disse...

vou seguir com atenção esta nova secção do jardim :)
já há muito que planeio algo parecido, também para obtenção de ovos e não de carne.
boa sorte!

Lisa at Greenbow disse...

The girls are darling. Whill you name them after you get to know them?

griséu disse...

As miúdas são giras, candidatamo-nos a comprar de vez em quando os ovos excedentes, e arranjo mais compradoras ;)

joaocrisostomo disse...

opa!! que giras! lool.. quem me dera ter um jardim para poder ter umas bichinhas dessas, são memso engraçadas..

(ja agora, e desculpa a ignorancia, mas o que é ficarem chocas?)

Bom fim de semana Gintoino! =)

Ankh disse...

"The girls have arrived!"... a frase diz tudo!
E giras, ainda por cima!
Que se cuidem os homens da casa!

han_ysic disse...

Parabens, Vai gostar da elas muito. Penso que galinhas sao as melhores animais para cuidar.

Yolanda Elizabet disse...

How nice to have 4 baby chicks and later on when they have grown up you will have lots of fresh eggs. Will you let them roam free?

Cris Bolbosa disse...

Adorei esta tua ideia, fabulosa. Só mesmo tu, depois da horta, um galinheiro. Sério, acho incrível, uma ideia genial.
Em frente à minha outra casa havia um galinheiro, por vezes o dono soltava-as e vinham comer quase ao pé do meu portão. Eu em jeito de brincadeira costumava dizer: vou fazer um carreirinho de bagos de milho e vamos ter galinha para o almoço!
E quando o galo, o sr rei da capoeira, se lembrava de anunciar a manhã aí pela meia noite ou duas ou tres da manhã? Coitado, andava todo baralhado. Mas ele cumpria a função, pois acordava toda a gente, eheh.
Tens que arranjar um galo para tomar conta das raparigas. São muito bonitos.
Tenho uma tia que tem essa bicharada toda e é um gosta vê-los. Mas ela faz criação, deita as galinhas e as patas, e até a coquichas (aquelas galinholas pequenitas, muito arrebitadas), e fracas. E é espantoso como ao fim de algumas semanas nascem aquelas criaturinhas minúsculas.
Eu para aqui a tentar-te, eheh.